QUIMIOTERAPIA | DICAS DE NUTRIÇÃO PARA O PACIENTE

Nutrição em oncologia
Data de publicação: 27/11/2016
QUIMIOTERAPIA | DICAS DE NUTRIÇÃO PARA O PACIENTE

Escrito por Priscila S. Cittadini Rossi CRN: 12.230 Especialização pelo HCFMUSP em pediatria com estágio em oncologia no ITACI.

A quimioterapia pode diminuir a capacidade do organismo em combater infecções. Isto é verdadeiro quando a contagem de células brancas do sangue é baixa, uma vez que as células brancas do sangue são as  que o seu corpo se mobiliza para combater uma infecção por germes ou bactérias . Diferentes tipos de quimioterapia afetam a sua capacidade de combate a infecção em diferentes graus e de diferentes durações. Por exemplo, os pacientes que se submetem à quimioterapia em altas doses seguida de transplante de células-tronco têm a capacidade profundamente diminuída para combater infecções, e este período vulnerável pode durar semanas. Por outro lado, os pacientes de ambulatório que recebem quimioterapia em dose padrão para os cânceres mais comuns, como o câncer de cólon e mama, pode ter baixa contagem de células brancas do sangue por apenas alguns dias e ter um menor risco de desenvolver uma infecção.

Você pode ser instruído a evitar certos alimentos como, peixe cru, mariscos crus, frutas e verduras  mal lavadas, leite não pasteurizado e produtos a base de ovos crus, enquanto você está recebendo quimioterapia. Estas precauções auxiliam a limitar a possibilidade de que os produtos crus ou não lavados podem levar a uma infecção que será mais difícil de combater por consequência da baixa imunidade . Frutas e vegetais lavados corretamente são geralmente seguros, assim como são a carne e os ovos que tenham sido adequadamente preparados e armazenados .

Outras precauções relacionadas com os alimentos têm menos a ver com o risco de infecção e mais a ver com paladar e “cair” bem no estômago. Alguns pacientes acham que os alimentos picantes são mais irritante enquanto eles estão em quimioterapia. Se a sua quimioterapia dá feridas na boca, por exemplo, alimentos ácidos (como frutas cítricas e tomate) tem mais chances de serem irritantes, portanto, evite até que as feridas sejam curadas. 

A maioria dos pacientes que estão recebendo quimioterapia  perdem peso pelos efeitos colaterais e questões psicológicas / emocionais. Porém alguns pacientes podem apresentar ganho de peso, se esse for o seu caso, não descuide da alimentação mantenha uma dieta equilibrada rica em proteínas, frutas e legumes. Algumas pessoas podem propositadamente comer mais por medo de perder peso, e outros podem comer com frequência para evitar náuseas no momento do tratamento. Além disso , muitos tratamentos de quimioterapia envolvem o uso de medicamentos esteroides, e estas drogas podem aumentar o apetite.

O melhor é tentar comer uma dieta equilibrada e manter um peso saudável durante qualquer tratamento oncológico, inclusive a quimioterapia. Esteja sempre em contato com seu médico e nutricionista para ter um alimentação adequada e ter uma melhor qualidade de vida.

Se você acha que não está conseguindo comer a quantidade adequada, converse com seu médico ou nutricionista, ele pode indicar a utilização de um suplemento nutricional.