ALIMENTAÇÃO NO ENVELHECIMENTO | COMO TER UMA DIETA SAUDÁVEL?

Envelhecimento Ativo e Saudável
Data de publicação: 27/11/2016
ALIMENTAÇÃO NO ENVELHECIMENTO | COMO TER UMA DIETA SAUDÁVEL?

Priorize uma rotina de hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação equilibrada, rica em alimentos de todos os grupos, especialmente os que fornecem proteínas, vitaminas e minerais.

Nesta época do ano, em que os dias estão mais ensolarados e quentes,  nos preocupamos muito mais com nossa saúde e aparência física, até mesmo porque nos expomos mais no verão. É muito comum nos apressarmos para iniciar uma mudança radical na alimentação com o intuito de, por exemplo, aumentar a massa muscular ou até mesmo obter um melhor desempenho e disposição para as atividades físicas que realizamos com maior freqüência. Seguir a dieta da moda ou fazer dietas muito restritivas, não é saudável e a longo prazo pode trazer muitos prejuízos para a saúde.


Mas será que “melhorar” a alimentação e os hábitos por alguns poucos dias, semanas ou meses do ano, contribuirá na manutenção da saúde e qualidade de vida?


Se considerarmos que com o passar dos anos, apresentamos uma perda involuntária de massa muscular e de massa óssea, o consumo não adequado a longo prazo de nutrientes que estão relacionados à manutenção e saúde destes tecidos pode trazer conseqüências sérias e comprometedoras. Isso porque, a partir dos 30 anos de idade, pode ocorrer uma redução da massa muscular de aproximadamente 3-8% por década de vida, e essa redução pode ficar ainda mais acentuada e evidente com o avançar da idade. O tecido ósseo também pode ficar comprometido, pois a partir da terceira  e quarta década de vida a perda de massa óssea se intensifica.


A saúde muscular está intimamente ligada a saúde óssea. O tecido ósseo e o tecido muscular respondem a alguns estímulos/tratamentos similares e não devem ser tratados de maneira individualizada.


Dessa maneira, é importante considerarmos que o investimento em saúde, qualidade de vida e especialmente nutrição adequada deve ser contínuo e fazer parte do nosso dia-a-dia. Investir a longo prazo em uma alimentação equilibrada e saudável, rica em nutrientes que favoreçam o ganho ou a manutenção de massa muscular e óssea, como proteínas de alto valor biológico, alimentos ricos em Cálcio e vitamina D contribui para que os músculos e ossos mantenham-se sadios e funcionais para garantir um bom desempenho físico e uma maior qualidade de vida, especialmente na velhice. Vale lembrar que a atividade física regular é fundamental e potencializa os benefícios da alimentação.


Por isso, priorize uma rotina de hábitos de vida saudáveis, como uma alimentação equilibrada, rica em alimentos de todos os grupos, especialmente os que fornecem proteínas, vitaminas e minerais. Ingerir água e líquidos adequadamente também é importante para garantir uma boa hidratação, especialmente no calor. Sempre que notar que não está conseguindo adequar sua alimentação ou se sentir falta de apetite com freqüência, converse com seu médico ou nutricionista sobre a possibilidade de utilizar um suplemento que atenda às suas necessidades nutricionais e que você poderá utilizar de forma contínua.